Publicado por: claudio | junho 13, 2010

Copa, Olimpíadas e Economia Política

A notícia disseminada pelo excelente economista SB fala da Coréia do Norte e da importância das medalhas para os jogadores daquele país. Interessante, claro, lembrar que, em 1993, William Shughart e Robert Tollison mostraram, por meio de análise estatística simples, que existem fortes evidências de que, em países com regimes políticos anti-mercado (como a antiga URSS, a atual Cuba, a Coréia do Norte, etc), ganhar medalhas significa ampliar o acesso a bens escassos.

No mercado, a oferta e a demanda cumprem bem o papel de alocar recursos. Mas em um país como a Coréia do Norte, somente os apaniguados e “heróis” têm direito a um acesso, digamos, razoável (ou muito bom, se pensarmos no cubano e norte-coreano médios) a alguns bens. Shuggart & Tollison (1993) foi um artigo interessante para mim e para outros que continuaram a pesquisa.

Há centenas de outros estudos de economia dos esportes por aí. Sejam as Olimpíadas, a Copa, etc, sempre há bons pontos a serem pesquisados. Se procurar por sportonomics, sports economics, ou mesmo economia dos esportes, encontrará muita coisa. Por exemplo, isto, isto, isto, etc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: