Publicado por: claudio | maio 12, 2010

Não foi bem assim, Zé.

Você realmente acha que conhece história econômica do Brasil? Cuidado, as pesquisas de história não terminaram nos anos 50. Elas continuaram. Ou você achava que historiador econômico era uma profissão extinta?

Veja só o caso da escravidão e a economia paulista.

Há anos Fogel colocou um bocado de gente na defensiva ao mostrar que a escravidão era, sim, uma atividade que valia a pena. Hordas de marxistas (principalmente os torcedores, que se esqueceram da ciência) que pregavam um maniqueísmo “feudalismo-capitalismo-socialismo” ficaram em estado catatônico ao descobrirem que donos de escravos (pasmem!) ganhavam mais com os escravos do que com trabalho remunerado.

A questão é tão interessante e, portanto, não adequada para camisas-de-força da fé marxista (amém, né Zé Lukács?) que até FHC foi pego no tiroteio.

História econômica, realmente, não é decorar fatos e nem forçar a barra com os fatos. Claro que nem sempre historiadores fazem seu trabalho direito, mas isso, sabemos, não é privilégio deles…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: